Suspeito de assassinar Daniel, ex-São Paulo, é preso no PR

O assassinato do meia Daniel Corrêa, ex-jogador do São Paulo, ganhou mais um elemento nesta quinta-feira (1º). Um dos suspeitos do crime foi preso em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

O advogado Claudio Dalledone, responsável pela defesa do suspeito, afirmou que ele se entregou à polícia para uma prisão temporária, que tem prazo de 30 dias. Foram detidas também a mulher dele e a filha de 18 anos para para “averiguações”.

O crime A Polícia Civil do Paraná já havia ouvido uma testemunha considerada fundamental na última quarta-feira (31). Ela estava com o jogador na manhã do crime e disse aos investigadores que presenciou o momento em que Daniel foi espancado por quatro homens na casa de uma mulher, onde um grupo de amigos fazia um after party.

Ainda segundo o relato da testemunha, os agressores pegaram uma faca, colocaram o jogador “praticamente desfalecido” no porta-malas de um carro e foram embora.

De acordo com o advogado da testemunha, seu cliente, que pediu proteção policial temendo represália, conheceu o jogador em uma boate de Curitiba onde todos comemoravam o aniversário de um amigo em comum. À polícia, a testemunha afirmou que a motivação do crime foi ciúme, já que Daniel teria se envolvido com a mulher do homicida.

Categorias: Galeria de Fotos,Paraná