PIRACEMA – Chefe do IAP de Ivaiporã fala da Piracema 2016/2017

O período de defeso nos rios e lagos do Paraná começa no início de novembro, de 2016, e vai até o final de fevereiro, de 2017. Para comentar sobre o tema, entrevistamos Maurílio Villa, Chefe do IAP – Instituto Ambiental do Paraná, escritório regional de Ivaiporã.

Além da Piracema, ele falou sobre a portaria que liberou a pesca amadora e profissional ao longo do Rio Ivaí, em um trecho de 110 quilômetros, entre São Pedro do Ivaí e Ivaiporã, mas que com a Piracema, todos estão proibidos de pescar, inclusive neste local onde há uma portaria liberando a atividade em outras épocas. “A pesca é totalmente fechada para amadores e profissionais. Vamos aumentar a fiscalização e quando alguém for flagrado, o material será apreendido e as devidas providências também serão tomadas em relação ao pescador”, disse Maurílio. Ele ainda afirmou que o IAP não tem o convênio com a Polícia Florestal, para que a multa possa ser imputada imediatamente no ato do flagrante daquele que estiver infringido a lei, mas que eles encaminham a notificação para que futuramente as providências seja tomadas, e que a ideia e restabelecer esta parceria para aumentar a eficiência da fiscalização. Além do Chefe do IAP, o Marildo Oliveira, da Associação de Pescadores do Porto Ubá, em Lidianópolis (Z-17), também reforçou o alerta, e revelou que a entidade tem orientado os pescadores profissionais e amadores a não desrespeitar a lei, e que a Patrulha Ambiental, formada por um grupo de pescadores voluntários do Porto Ubá, também atuará a proteção aos Rios. Ouça a entrevista para saber mais detalhes. Lembramos que a Piracema tem como objetivo, proteger as espécies, garantido a desova e a reprodução.

Categorias: Paraná